Amazon AgroSciences

Café

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Amazon AgroSciences Fertilizantes Líquidos de Alto Desempenho Culturas do Mês Ícone de Café

Atualmente, uma das principais fontes de receita de muitos municípios no país é o café, se tratando de um setor relevante na criação de postos de trabalho na agropecuária nacional. O desempenho vertiginoso da exportação e do consumo interno conferem uma base econômica sustentável ao produtor e sua atividade. A estimativa de produção para a safra 2020, que tem bienalidade positiva, deve alcançar entre 57,2 milhões e 62,02 milhões de sacas beneficiadas. Essa produção pode ser até 26% maior que a safra anterior.

O Brasil tem condições climáticas que são favoráveis ao cultivo do café em 15 regiões produtoras, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Os produtores brasileiros obtêm variados padrões de qualidades e aromas, além de duas espécies cultivadas (arábica e robusta), as quais apresentam uma grande variedade de linhagens.

Fontes:
Conab – Companhia Nacional de Abastecimento
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Principais doenças que afetam os cafezais

Os cafeicultores também enfrentam desafios diários no cultivo do grão mais consumido no Brasil. A seguir, listamos as principais doenças que afetam cafezais:

A primeira é a Ferrugem (Hemileia vastatrix). Nessa doença, o fungo forma uma massa de esporos de cor amarela ou laranja, de aspecto pulverulento, na face inferior da folha, correspondendo à uma mancha clorótica na face superior. Esses sintomas causam a diminuição da fotossíntese das plantas, pois sua área foliar fica comprometida e a folha atacada chega a cair. Além disso, o fungo pode causar danos em mais de uma safra se não for bem controlado.

Em seguida, podemos falar da Cercosporiose (Cercospora coffeicola). Esta, apresenta os sintomas nas folhas e nos frutos. As lesões da folha são pequenas, de cor marrom puxando para o pardo, com o centro cinza, parecendo um olho. Nos frutos, as lesões são vistas próximo à maturação. São deprimidas, de coloração marrom ou arroxeadas, e escurecem quando mais velhas. Essas lesões impedem o descascamento dos frutos e também causam a sua queda.

A última doença que listamos é a Traqueomicose (Fusarium spp.). Ela é causada por um fungo de solo, que ataca as raízes e o tronco do cafeeiro, colonizando os vasos da planta. O fungo se espalha por toda a planta, entupindo os vasos e fazendo com que a planta não receba água e nutrientes. Em alta infestação pode até causar a morte de galhos e também da planta. A traqueomicose pode ser disseminada pelo cafezal no momento da poda, quando não é feita a desinfestação dos materiais usados no manejo.

Nutrição para a cultura

A saúde da planta começa da base, ou seja, das raízes. A reposição natural de nutrientes nem sempre é o suficiente para determinados tipos de cultura, principalmente os cafezais. Por isso, os fertilizantes líquidos de origem organomineral são os mais indicados para repor essa deficiência nutricional da planta.
Os fertilizantes organominerais levam até a planta nutrientes complexados para uma absorção eficiente (formulação completa para a boa nutrição). Além disso, quando aplicados via solo conseguem, também, auxiliar na matéria orgânica e na fertilidade. Fertilizantes organominerais são adubos que combinam os nutrientes minerais (químicos) – que podem conter macro e micro elementos – a uma fonte de carbono orgânico (glicídios, lignosulfonatos, aminoácidos, extratos de algas, ácidos, fúlvicos, ácidos húmicos etc.), ou seja, fonte de vida para o solo e a planta.
Um dos diferenciais e grande benefício da utilização desse tipo de fertilizante é o uso de substâncias orgânicas dentro da formulação. Sabemos que a matéria orgânica no solo auxilia muito:

●  No desenvolvimento das plantas;
●  Na retenção de água no solo;
●  Na multiplicação de microrganismos benéficos;
●  Na melhoria das propriedades físicas do solo;
●  No aumento da fertilidade do solo;
●  Na mineralização dos resíduos das plantas;
●  No incremento da massa radicular.

Os fertilizantes organominerais da Amazon AgroSciences, quando aplicados via solo, proporcionam todas as vantagens citadas anteriormente e estimulam as plantas a produzir mais massa radicular. Isso significa que em épocas de estresse hídrico as plantas tratadas com os nossos fertilizantes sofrerão menos danos causados por radicais livres.
Dependendo da formulação, os produtos à base de algas podem apresentar a funcionalidade de: melhoradores de solo (fonte de carbono), bio-estimulantes para as plantas e causadores do aumento da atividade microbiana do solo.
Em fertilizantes fosfatados, essa biomassa adicionada pode promover uma liberação lenta do nutriente e, consequentemente, uma maior absorção de fósforo (P).
Entre os compostos, as algas podem oferecer dois grupos com potencial especialmente alto para aplicação, quando se leva em conta o crescimento e o desenvolvimento da planta – carotenoides e ácidos graxos.
O primeiro participa de processos fisiológicos essenciais, ou seja, respiração e fotossíntese, bem como influencia o funcionamento da planta no nível de regulação dependente de enzimas e hormônios, incluindo mecanismos contra estresse e ataque de patógenos.
O segundo é geralmente associado ao material de armazenamento. São componentes essenciais da bicamada lipídica nas membranas biológicas. Os ácidos graxos estão envolvidos na coordenação da maioria das funções e respostas celulares vitais que afetam o funcionamento adequado do corpo da planta.
Não é comum aplicar carotenoides e ácidos graxos na agricultura. Em vez disso, o uso de extrato de algas supercrítico rico nos compostos de interesse pode ser bem promissor.
A formulação, contendo uma fonte orgânica de algas e macro e micro elementos, que podem ser facilmente absorvidos pelas plantas, se torna uma ferramenta completa no manejo das lavouras.
A aplicação dos fertilizantes organominerais fluidos pode ser feita via foliar, via solo e via fertirrigação, podendo também ser misturados com outros produtos compatíveis, facilitando assim o manejo da aplicação.

Dicas do agrônomo

O engenheiro agrônomo e representante comercial da Amazon AgroSciences, José Alfonso Castro, nos indica os seguintes cuidados com os cafezais:

Amazon AgroSciences Páginas de Cultura Café Especialista da Amazon Fertilizantes Especialista José Alfonso Castro

●  Análises de solo e folhas
Ao realizar uma análise, consegue-se determinar as necessidades nutricionais reais da planta, isso permite economizar, até, 20% na adubação granulada que seria normalmente feita sem uma análise.

●  Reforços Pontuais
Nos últimos anos, observa-se a eficácia da aplicação de reforços nutricionais para a planta. O uso desses reforços deve ser feito em épocas que a planta mais precisa de energia para realizar processos metabólicos como:
➔  Pré-floração, Pós-floração, Chumbinho;
➔  Aumento da produtividade;

●  Aplicação de fertilizantes organominerais
São inúmeros os benefícios da utilização de fertilizantes organominerais no café. Seguem alguns deles:
➔  Solo
Incrementa o CTC, aumenta a atividade microbiológica do solo, recupera solos com excesso de sais, aumenta a disponibilidade de P, K e Micros que encontram-se no solo, favorece a presença de minhocas e melhora a sua estrutura;
➔  Planta
Desintoxicante natural das plantas, recuperando-as de estresse. Aumento de açúcares nos frutos, maior e melhor desenvolvimento radicular, maior absorção de nutrientes.
Geralmente são utilizados de duas formas:
1)  Nas três épocas de alta demanda energética;
2)  Aplicações todos os meses do ano.
Ao ser utilizado o método 2, junto com a nutrição correta, as produtividades têm mostrado incremento de até 50%.

●  Aplicações de Fósforos de alta absorção
A maioria dos solos do Brasil apresenta alta fixação de fósforo, o que impossibilita a correta absorção desse nutriente. Aplicar fósforos que não sejam fixados é uma clara necessidade quando se procura obter todo o potencial produtivo da planta. Fósforos como polifosfatos de amônio (Northofos) são de cadeias longas e não ficam retidas no solo. Dessa forma a planta obtém a energia necessária para realizar todos os seus processos metabólicos: desenvolvimento radicular, floração, aumento de grão e uma maturação homogênea.

●  Elevação do pH do solo
Falando do pH do solo, é muito importante que este seja o ideal para que as plantas possam obter com maior facilidade todos os nutrientes. Utilização de óxido de Mg e óxido de Ca, tem se mostrado como os mais efetivos tratando-se de correção de solo, trabalhando de forma mais efetiva e rápida que os calcários convencionais e fornecendo Mg.

●  Utilização de Foliares em épocas essenciais
Utilização de foliares é imprescindível no que se refere ao aumento de produtividade, motivo pelo qual é importante direcionar foliares que cumpram as seguintes funções:
➔  Desenvolver as próprias defesas da planta para combater as doenças fúngicas que possam ameaçar a lavoura;
➔  Desintoxicação de plantas por produtos como (Herbicidas) ou fertilizantes que entram oxidados na planta;
➔  Foliares que aumentem o período e as taxas fotossintéticas;
➔  Corretores de pH da água, ajudando para que os produtos aplicados cheguem no pH ideal e a planta os absorva melhor.

●  Espaçamento adequado
O adensamento tradicional consistia em um [3 m (rua) x 2 m (planta)]. Atualmente utilizam-se muito as distâncias (3×1) (3×0,5)
E mais recentemente a empresa JACTO desenvolveu equipamentos que conseguem colher o café de forma mecanizada em espaçamentos de (2,5×1,5) (2,5×1) (2,5×0,5) .
É importante mencionar que com um maior adensamento, cada planta produz menos frutos, porém as somas de produção totais são maiores por ter mais plantas, gerando assim aumento em porcentagem de produtividade.
Importante: Nesses cultivos adensados as podas são muito rigorosas.

●  Manejos de podas
É realizada com a finalidade de eliminar bandolas antigas que já não são mais produtivas, e permitir que novas bandolas sejam altamente produtivas, as mais aplicadas são:
➔  Recepa;
➔  Decote herbáceo;
➔  Decote lenhoso;
➔  Esqueletamento;
➔  Desponte.
➔  A realização desta prática permite aumentar as produções em 20 a 30%.

Estágios do Café Conilon

Cada estágio da planta necessita de cuidado especial, confira os produtos indicados para cada um deles:

Amazon AgroSciences Páginas de Cultura Estágios do Café Conilon
Amazon AgroSciences Páginas de Cultura Estágios do Café Conilon Imagem Para Celular

Produtos indicados para a cultura

Deixe um comentário:

Preencha com seus dados para ser avisado(a) quando o lançamento estiver próximo:

Envie seu currículo

Mande seu currículo através do formulário abaixo. Entraremos em contato quando houverem vagas.