Amazon AgroSciences
NUTRIÇÃO EXEPCIONAL PARA PLANTAS EXCEPCIONAIS
Descubra Nossos Fertilizantes Premium!
DESCUBRA

SOBRE A AMAZON AGROSCIENCES

SOLUÇÕES DE RESPEITO PARA O CAMPO.​

Nascida em 2013 com o propósito de produzir e desenvolver soluções e insumos com excelência e paixão de maneira sustentável.

Fertilizantes especiais​

Inovação tecnológica​

Sustentabilidade​

Pesquisa séria​

+70 Fertilizantes​

Soluções nutricionais premium​

+20.000 ha​

Tratados com Amazon AgroSciences​

+5 Parcerias​

Parcerias estratégicas com instituições de pesquisa​

DISTRIBUIDORES​

DISTRIBUIDORES AUTORIZADOS​

ENCONTRE O MAIS PRÓXIMO DA SUA REGIÃO​

POR TRÁS DE CADA PRODUTO​

TECNOLOGÍA
​ AMAZON AGROSCIENCES

PESQUISA​

Antes de desenvolver um produto realizamos uma pesquisa de mercado para entender a real necessidade dos produtores.​

VALIDAÇÃO

Durante o processo de desenvolvimento são feitas validações em laboratório e posteriormente a campo junto com renomadas instituições de pesquisa ​

QUALIDADE​

Desde o início do desenvolvimento do produto até chegar nas suas mãos, buscamos sempre garantir a mais alta qualidade tanto em matérias primas como nos diversos processos.​

MUITO +

Experimente o que há de melhor na tecnologia de nutrição de plantas​

SEJA UM DISTRIBUIDOR​

PORQUE ESCOLHER AMAZON AGROSCIENCES​

NOSSOS CLIENTES OBTIVERAM MUITOS BENEFÍCIOS​

Clientes premium que depositam sua confiança nos fertilizantes especiais da Amazon AgroSciences obtiveram até:

Lucro x real investido​
30%
Aumento de produtividade​
30%
Aumento no grau brix​
30%

QUEM USA RECOMENDA!​

VEJA OS DEPOIMENTOS DOS NOSSOS CLIENTES​

Maria Eduarda​

CTC

Fazer parte da Amazon é um grande sonho, nela sou valorizada e sinto que posso alcançar meus objetivos de crescimento

QUEM USA RECOMENDA!​

VEJA OS DEPOIMENTOS DOS NOSSOS CLIENTES​

Fazer parte da Amazon é um grande sonho, nela sou valorizada e sinto que posso alcançar meus objetivos de crescimento

POR DENTRO DA AMAZON​

CONHEÇA NOSSA EQUIPE!​

Conheça algumas das pessoas que fazem parte da nossa história e que trabalham incansavelmente para produzir soluções de respeito para o campo !

Jorge Marin​

PESQUISADOR​

Jorge Marin​

PESQUISADOR​

Jorge Marin​

PESQUISADOR​

BLOG AMAZON

Soluções de respeito para o campo!

Fale conosco

Sinta-se à vontade para entrar em contato com a Amazon.

CULTURAS

Confira as culturas atendidas pela Amazon AgroSciences!

Café: Otimização do Cultivo, Práticas boas e Inovações – Amazon AgroSciences



Informação Relevante da Cultura

O café é um dos principais produtos de exportação do Brasil, com o país sendo o maior produtor e exportador mundial desta commodity. O cultivo do café está profundamente enraizado na cultura e economia brasileiras, apresentando desafios únicos e oportunidades para os agricultores. As regiões cafeeiras do Brasil oferecem condições climáticas ideais, mas exigem práticas de manejo precisas e inovadoras para maximizar a qualidade e a produtividade. Com o avanço das tecnologias agrícolas e práticas sustentáveis, o setor cafeeiro brasileiro continua a evoluir, garantindo a excelência do café brasileiro nos mercados globais.

Principais Doenças que Afetam a Cultura

  • Ferrugem do Café (Hemileia vastatrix): Esta é a doença mais devastadora para os cafeeiros, caracterizada por pústulas amarelas ou laranjas na superfície inferior das folhas, que levam à desfolha prematura, redução da fotossíntese e, consequentemente, menor produção.

  • Mancha de Phoma (Phoma costarricensis): Apresenta-se inicialmente como pequenas manchas circulares nas folhas, que se expandem e coalescem, causando necrose do tecido foliar. Afeta a capacidade de assimilação da planta e pode levar à desfolha significativa em casos graves.

  • Bicho-Mineiro (Leucoptera coffeella): Embora seja uma praga e não uma doença, o bicho-mineiro causa danos significativos às folhas do café, deixando galerias que reduzem a área fotossintética e debilitam a planta.



Nutrição Especializada para a Cultura do Café

A nutrição do cafeeiro é uma ciência complexa que exige compreensão profunda das necessidades específicas da planta em diferentes estágios de seu ciclo de vida. Uma abordagem especializada pode fazer a diferença entre uma safra mediana e uma colheita excepcional. O manejo nutricional preciso é fundamental para a qualidade dos grãos, a saúde das plantas e a sustentabilidade do sistema de produção.

  • Sincronização de Nutrientes com Estágios Fenológicos: A aplicação de nutrientes deve ser sincronizada com os estágios fenológicos críticos do café, como a floração e a formação dos frutos. Por exemplo, a aplicação de potássio (K) no início da formação dos frutos pode aumentar o tamanho e o peso dos grãos, enquanto o nitrogênio (N) deve ser manejado cuidadosamente para evitar crescimento vegetativo excessivo em detrimento da produção de grãos.

  • Manejo de Micronutrientes: Micronutrientes como zinco (Zn) e boro (B) são cruciais para o desenvolvimento do sistema radicular e a polinização, respectivamente. Deficiências desses nutrientes podem ser sutis, mas têm impactos significativos na produtividade e qualidade dos grãos de café.

  • Uso de Bioestimulantes: Bioestimulantes, como ácidos húmicos e fúlvicos, podem melhorar a eficiência da nutrição das plantas, estimulando a atividade microbiana do solo e a absorção de nutrientes. Esses produtos podem ser particularmente úteis em sistemas de produção orgânica ou de baixo impacto.

Dicas Avançadas do Agrônomo para o Cultivo do Café

  1. Análise Foliar Direcionada: Além da análise de solo, a análise foliar pode fornecer insights valiosos sobre o status nutricional das plantas, permitindo ajustes precisos na fertilização.

  2. Manejo do Solo com Base na Capacidade de Troca de Cátions (CTC): Entender a CTC do solo pode ajudar a otimizar o equilíbrio de nutrientes e a disponibilidade para as plantas, especialmente em solos com altas taxas de lixiviação.

  3. Técnicas de Mulching com Materiais Locais: Use materiais orgânicos disponíveis localmente, como cascas de café ou resíduos de poda, para a cobertura do solo. Isso não só suprime ervas daninhas e mantém a umidade, mas também se decompõe para adicionar matéria orgânica ao solo.

  4. Irrigação Baseada em Deficit Controlado: Aplique a irrigação com base no déficit hídrico controlado para estimular um sistema radicular mais profundo, melhorando a resistência da planta à seca e otimizando o uso da água.

  5. Poda Estratégica para Máxima Exposição Solar: Implemente técnicas de poda que maximizem a exposição solar dentro do dossel da planta, o que é crucial para a fotossíntese e, por sua vez, para a produção de energia necessária para o desenvolvimento dos frutos.

  6. Uso de Coberturas Vivas entre as Linhas de Café: Cultive leguminosas ou outras plantas de cobertura entre as linhas de café para melhorar a estrutura do solo, aumentar a biodiversidade e fornecer fixação de nitrogênio adicional ao sistema.



Quer conhecer o manejo nutricional da Amazon AgroSciences? Entre em contato pelo whatsapp e fale com um dos nossos consultores.





VEJA ALGUNS CASES DE SUCESSO



  1. Rafael Bazoni

CANA-DE-AÇÚCAR




Informação relevante da cultura

A cana-de-açúcar é uma cultura de grande importância econômica, social e histórica para o Brasil. Desde o século XVI, quando foi introduzida no país pelos portugueses, a cana-de-açúcar se tornou um dos principais produtos agrícolas do país e um importante pilar da economia nacional.

Em termos históricos, a cana-de-açúcar foi responsável pela formação de um dos maiores impérios coloniais da história, o Império Português. A produção de açúcar no Brasil foi um dos principais fatores que levaram à colonização do país e ao desenvolvimento da economia portuguesa.

Em relação a sua importância social e econômica, a cana-de-açúcar é uma das principais culturas do Brasil e contribui para a geração de empregos e renda para a população. Além disso, a cana-de-açúcar é uma importante fonte de matéria-prima para a indústria de alimentos, bebidas, papel e celulose, e energia.

Em termos energéticos, a cana-de-açúcar é uma fonte de biomassa renovável que pode ser utilizada para a produção de bioetanol, um combustível renovável que pode ser utilizado em veículos automotores. O bioetanol é uma alternativa aos combustíveis fósseis, como o petróleo e o gás natural, e pode contribuir para a redução da dependência do Brasil de importações de combustíveis fósseis.

A cana-de-açúcar é uma cultura de grande importância para o Brasil e tem um papel importante na história, na sociedade, na economia e na energia do país.

Sua adaptabilidade a diferentes tipos de solo e condições climáticas torna-a uma escolha estratégica para agricultores em todo o país. Com a combinação certa de manejo agronômico, nutrição balanceada e controle de pragas, os cultivos de Cana-de-Açúcar podem alcançar níveis impressionantes de produtividade, contribuindo para a economia e a sustentabilidade ambiental.





Principais doenças que afetam a cultura



Ferrugem Alaranjada (Puccinia kuehnii): A Ferrugem Alaranjada é uma doença fúngica que afeta as folhas da Cana-de-Açúcar. Ela se manifesta como manchas alaranjadas nas folhas, prejudicando a fotossíntese e, consequentemente, a produção de açúcares. O controle dessa doença envolve a aplicação de fungicidas e o uso de variedades resistentes.



Escaldadura das Folhas (Xanthomonas albilineans): A Escaldadura das Folhas é causada por bactérias e é influenciada por altas temperaturas e intensa radiação solar. Isso resulta em manchas necróticas nas folhas, reduzindo a produção. O controle envolve práticas de manejo que incluem o controle de insetos vetores e a eliminação de plantas doentes.



Podridão Vermelha (Colletotrichum falcatum): A Podridão Vermelha é uma doença fúngica que afeta o colmo da Cana-de-Açúcar, causando a deterioração da planta. Os sintomas incluem manchas vermelhas nas folhas e colmos, levando ao enfraquecimento da planta. O controle requer o uso de variedades resistentes e a aplicação de fungicidas.

Mofo Branco (Sclerotinia spp.): O Mofo Branco é uma doença fúngica que afeta a base das plantas de Cana-de-Açúcar, causando podridão e morte das raízes e colmos. Isso leva à queda das plantas e à redução da produtividade. O controle inclui a rotação de culturas, o manejo adequado da umidade do solo e o uso de fungicidas.



Nutrição de alta tecnologia para a cultura da Cana de Açúcar

 

A nutrição de alta performance na cana-de-açúcar é um conjunto de práticas que visam garantir o fornecimento adequado de nutrientes para a planta, de forma a maximizar o seu crescimento e produtividade.

Isso é feito por meio de um diagnóstico nutricional completo da lavoura, que identifica as deficiências de nutrientes e as necessidades específicas de cada canavial. Com base neste diagnóstico, é elaborado um plano de nutrição personalizado, que irá garantir que a planta receba os nutrientes necessários no momento certo.

As práticas de nutrição de alta performance incluem a utilização de fertilizantes de alta qualidade, a aplicação de fertilizantes de forma localizada e eficiente, e a adoção de práticas de manejo que contribuam para a melhoria da fertilidade do solo.

A nutrição de alta performance é uma prática essencial para a obtenção de altas produtividades de cana-de-açúcar. Ela contribui para a melhoria da qualidade da cana, aumenta a resistência da planta a estresses abióticos e bióticos, e reduz os custos de produção.

Exemplos de novas tecnologias que estão sendo utilizadas para melhorar a nutrição de cana-de-açúcar incluem a utilização de drones para aplicação de fertilizantes, a utilização de sensores para monitoramento da fertilidade do solo, e a utilização de biofertilizantes.

A utilização de drones para aplicação de fertilizantes permite que a aplicação seja feita de forma mais precisa e eficiente, evitando o desperdício de fertilizantes e a contaminação do meio ambiente.

A utilização de sensores para monitoramento da fertilidade do solo permite que os agricultores identifiquem as áreas com deficiências de nutrientes e façam as correções necessárias.

A utilização de biofertilizantes é uma alternativa aos fertilizantes químicos, que contribui para a melhoria da qualidade do solo e a redução da poluição ambiental.

A utilização de novas tecnologias para melhorar a nutrição de cana-de-açúcar está permitindo que os agricultores obtenham resultados ainda melhores, com maior produtividade e menor impacto ambiental.



Dicas do Agrônomo



  1. Utilize mudas de alta qualidade.

As mudas são o ponto de partida para um canavial de alta tecnologia. Certifique-se de utilizar mudas de alta qualidade, de variedades que sejam resistentes a doenças e pragas, e que tenham um bom potencial produtivo.



  1. Faça um bom preparo do solo e manutenção do solo:

O preparo do solo é essencial para garantir um bom desenvolvimento das plantas. O solo deve ser bem arado e nivelado, e deve ser feito um bom controle de plantas daninhas e de pragas. A busca de um solo equilibrado nos remede a utilização de produtos biológicos associado a outros manejos.

Mantenha o solo saudável e equilibrado. A prática da rotação de culturas ajuda a evitar o esgotamento do solo e reduzir a incidência de doenças. Além disso, o cultivo mínimo ou plantio direto preserva a estrutura do solo e sua matéria orgânica, promovendo um ambiente propício ao crescimento das raízes.



  1. Aplique adubação adequada e balanceada.

A adubação é fundamental para o crescimento e desenvolvimento das plantas. A quantidade e o tipo de adubo a ser aplicado devem ser determinados com base em um diagnóstico nutricional do solo. Utilize os fertilizantes Vetter, Fuel Black e Northofós para aplicações via Micron, permitindo alta resposta as altas extrações de microelementos e fosforo no inicio do desenvolvimento da cultura.



  1. Faça irrigação e seu monitoramento:

A irrigação é necessária para garantir a disponibilidade de água para as plantas, principalmente durante os períodos de seca. O sistema de irrigação deve ser adequado às condições climáticas da região e ao tipo de solo. Canaviais de alta produtividade tendem a ser canaviais irrigados.

O monitoramento adequado da irrigação é vital para evitar a escassez ou o excesso de água, o que pode afetar negativamente a produtividade da Cana-de-Açúcar. Utilize técnicas de irrigação eficientes e baseie-se nas condições do solo e do clima para determinar a quantidade e o momento adequados para irrigar. O uso de sistemas de irrigação modernos, como gotejamento ou pivô central, pode otimizar o uso da água.



  1. Controle pragas e doenças.

As pragas e doenças podem causar grandes prejuízos à cultura da cana-de-açúcar. É importante fazer um monitoramento constante das plantas e aplicar os tratamentos necessários para controlar as pragas e doenças. A utilização dos adjuvantes como Ad Flash (Para aplicação tratorizada) e Fly Ad-flash (Para utilização em aplicações via aviões e drones) é fundamental para o bom aproveitamento da calda aplicada e maior eficiência do manejo.



  1. Utilize tecnologias de ponta.

As tecnologias de ponta podem ajudar a aumentar a produtividade e a eficiência do cultivo da cana-de-açúcar. Algumas das tecnologias que podem ser utilizadas incluem o uso de drones para pulverização de defensivos agrícolas, o uso de sensores para monitoramento do clima e do solo, e o uso de sistemas de irrigação automatizados.



  1. Utilize Indutores de fotossíntese:

Utilize os fertilizantes FS4 A e FS4 B, que conferem uma sinergia perfeita para estimular a fotossíntese da planta, maximizando a produtividade do canavial.



  1. Colheita no Momento Certo:

A colheita no momento ideal é fundamental para garantir a qualidade dos colmos de Cana-de-Açúcar. Evite a colheita prematura ou tardia, pois isso afeta o teor de sacarose e a eficiência na produção de açúcar e etanol. Utilize técnicas avançadas de colheita que otimizem o corte e o transporte dos colmos para a usina. A utilização correta de maturadores químicos associados a maturadores fisiológicos, como o Céllerus, podem aumentar o rendimento, padronizar a maturação e melhorar a qualidade do Caldo a ser processado.

Informação relevante da cultura

A Citricultura é uma das principais atividades agrícolas do Brasil, gerando muitos empregos (só nos nove primeiros meses da safra foram criados mais de 27 mil vagas de emprego) , e contribuindo para o crescimento e desenvolvimento de diversas cadeias produtivas além de contribuir para o balanço positivo das exportações brasileiras (gerando uma receita total de US 2,04 bilhões na safra 2022/2023), principalmente através do comércio do suco de laranja. O Brasil é o maior produtor e exportador de suco de laranja do mundo. Além disso, a demanda por suco de laranja e outros produtos cítricos está em alta, devido às excelentes características nutricionais dos cítricos (vitaminas, anti-oxidantes, minerais) e a preocupação crescente com hábitos e alimentação saudáveis. As principais regiões produtoras de citros no Brasil são os Estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Paraná e Rio Grande do Sul. Além dessas regiões, outros estados como Goiás, Pernambuco e Espírito Santo também têm produção de citros significativa.

A partir dos citros, podem ser produzidos uma série de produtos industrializados, incluindo: Sucos, óleos essenciais (aplicação em medicamentos, cosméticos, limpeza e indústria alimentícia). Além disso, o bagaço da laranja é frequentemente usado para a produção de alimentos para animais, biomassa para gerar energia e como adubo orgânico.

Principais doenças que afetam a cultura

1-) GREENING OU HLB – Candidatus Liberibacter asiaticus:

“O greening, uma doença que afeta todas as variedades cítricas, é uma ameaça séria para as plantas, pois não possui cura conhecida. Árvores contaminadas sofrem com uma significativa queda prematura de frutos e gradual deterioração ao longo do tempo. A transmissão da bactéria responsável pelo greening ocorre através do psilídeo Diaphorina citri, uma praga comum nos pomares durante os períodos de brotação das plantas.

O controle efetivo do greening envolve medidas como o plantio de mudas saudáveis, a remoção das plantas doentes e a gestão do psilídeo. Além disso, práticas que fortaleçam as plantas são cruciais, incluindo adubação adequada, nutrição balanceada e o uso de aminoácidos específicos. Nesse contexto, destaca-se o produto GRANBLACK, resultado de pesquisa brasileira e detentor de uma molécula patenteada pelo IAC. O uso deste produto pode reduzir os impactos da doença e promover a longevidade dos pomares cítricos.

2-) CANCRO CÍTRICO – Xanthomonas citri subsp. citri

O Cancro Cítrico (Xanthomonas citri subsp. citri) é uma doença bacteriana que afeta amplamente todas as espécies e variedades de citros de valor comercial. Com origem na Ásia, essa enfermidade foi identificada pela primeira vez no Brasil em 1957, nos estados de São Paulo e Paraná.

Os impactos do Cancro Cítrico na citricultura são profundos e incluem: Desfolha de Plantas, Redução na Produção, Restrições Comerciais, entre outros.

Para controlar eficazmente o Cancro Cítrico, adota-se uma série de medidas de manejo, incluindo: Uso de Cúpricos, Controle da Larva Minadora, Desinfecção de Equipamentos de Colheita e destaca-se a tecnologia inovadora ÍKONE, uma solução promissora no controle eficaz do Cancro Cítrico fruto de anos de pesquisa.



3-) PINTA PRETA – Phyllosticta citricarpa (Guignardia citricarpa)

A pinta preta dos citros é considerada uma das doenças fúngicas mais prejudiciais para a citricultura. Seu impacto mais significativo é a queda prematura de frutos, que pode resultar em uma redução drástica de até 85% na produção. Esses danos são mais pronunciados em pomares mais antigos e em plantas com deficiências nutricionais.

Além de causar a queda dos frutos, a pinta preta também afeta a aparência das frutas, deixando-as manchadas e comprometendo sua comercialização no mercado in natura. Essa doença afeta todas as variedades de laranjas doces, limões verdadeiros, tangerinas e seus híbridos, com exceção da lima ácida Tahiti. As variedades de maturação tardia tendem a apresentar sintomas mais severos e uma queda de frutos mais acentuada.

É importante destacar que a pinta preta é uma doença quarentenária, o que significa que frutos de áreas contaminadas não podem ser exportados para regiões livres da doença, como a Europa. Para o controle eficaz da pinta preta dos citros, são necessárias diversas medidas de manejo, com destaque para o uso de fungicidas específicos.



4-) – (Alternaria alternata f. sp. Citri)

A Mancha Marrom de Alternaria é uma doença fúngica que afeta diversas cultivares de tangerina e seus híbridos, com destaque para as variedades Ponkan e Murcote, amplamente cultivadas em todo o mundo. Esta doença provoca danos significativos, incluindo desfolha, secagem dos ramos, queda prematura de frutos e depreciação da qualidade dos mesmos.

A transmissão da Mancha Marrom de Alternaria ocorre principalmente em regiões onde há coincidência entre períodos chuvosos e altas temperaturas no verão. No entanto, também pode se espalhar em condições de clima seco, desde que haja presença de orvalho pela manhã e ventos favoráveis.

Para controlar eficazmente a Mancha Marrom de Alternaria, é crucial adotar práticas de manejo adequadas, tais como o uso de mudas sadias e certificadas, a escolha de cultivares resistentes ou tolerantes, e uma adubação equilibrada, especialmente em relação ao nitrogênio, que influencia o crescimento das plantas e a susceptibilidade ao fungo. O controle químico da doença é recomendado em momentos críticos, como o início das brotações, o florescimento e a frutificação, utilizando fungicidas específicos. Proteja suas tangerinas e assegure uma colheita saudável seguindo essas práticas de manejo e controle.



Nutrição para a cultura

Para que as plantas cítricas possam demonstrar seu maior potencial produtivo, a nutrição adequada e equilibrada é fundamental. A partir dos resultados da análise de solo e folha, é realizada a correção do solo (calcário e gesso agrícola), aplicação de fertilizantes (minerais e orgânicos) e complementação via foliar, principalmente com relação ao Manganês, Zinco e Boro, além de planejarmos aplicações complementares de acordo com a exigência fisiológica e os níveis adequados.

Embora todos os nutrientes sejam necessários ao correto desenvolvimento das plantas cítricas, alguns nutrientes apresentam importância fundamental para a sua fase reprodutiva, e devem ser fornecidos em quantidade adequada e, principalmente, em formas assimiláveis pela planta. Outro fator importante é a época de aplicação, uma vez que os processos de florescimento e frutificação, podem ser mais ou menos rápidos, dependendo das condições climáticas. Entre estes nutrientes, destacam-se: Cálcio, Boro, Molibdênio e Zinco.

Outras ferramentas que auxiliam no manejo nutricional, são os extratos de algas marinhas, em destaque ao produto Seagrass e aminoácidos específicos (Aminoblack e Aminophit) que aumentam a eficiência na absorção, transporte e assimilação dos nutrientes, além de potencializarem processos metabólicos fundamentais para cada etapa do ciclo fenológico. Importantes respostas têm sido em situações de estresses bióticos e abióticos, como desordens nutricionais, climáticas, deficiências hídricas ou estresses relacionados à aplicação de defensivos, conferindo aos aminoácidos o status de agentes antiestressantes.

 

Dicas do Engenheiro Agrônomo



  1. Escolha da cultivar:



A escolha da cultivar é um fator determinante para o sucesso da produção de citros. É importante escolher uma cultivar que seja adequada para as condições climáticas e de solo da região, e que seja resistente às principais doenças e pragas.



  1. Plantio:



O plantio deve ser feito em uma área bem drenada, com solo fértil e aerado. O espaçamento entre as plantas deve ser adequado para a cultivar escolhida.



  1. Adubação e nutrição:



A adubação é fundamental para o desenvolvimento das plantas e para a produção de frutos de qualidade. A adubação deve ser feita de acordo com as necessidades da cultura e das condições do solo. Para prevenir deficiências pontuais de micronutrientes e manter níveis adequados dos mesmos faça a utilização dos fertilizantes Blend 255 ou Nutriflora Mix . Citrus 100 Poderá ser aplicado via fertirrigação/ drench etc em plantas recém transplantadas para o fortalecimento da planta no campo .



  1. Regular corretamente máquinas e implementos:



A correta aplicação de defensivos, fertilizantes e corretivos, é fundamental para o sucesso da citricultura. Aspectos como dose de produto, alvo de aplicação e correta cobertura da planta, são extremamente importantes para que o objetivo da aplicação seja atingido;



  1. Manejo de Matéria Orgânica no solo:



A matéria orgânica é importante para a citricultura por diversos motivos. Ela melhora a estrutura do solo, aumentando a sua capacidade de retenção de água e nutrientes. Além disso, a matéria orgânica ajuda a controlar a erosão e a melhorar a infiltração de água. A matéria orgânica também fornece nutrientes para as plantas e ajuda a controlar o crescimento de pragas e doenças. Dê atenção a utilização de roçadeiras ecológicas, a manutenção de cobertura morta e faça utilização de Fuel Black ao longo de todo o ciclo da cultura.



  1. Irrigação:



A irrigação é necessária para garantir o suprimento de água às plantas, principalmente durante os períodos de seca. A irrigação deve ser feita de forma adequada para evitar o desperdício de água.



  1. Manejo de Pragas e doenças:



A pulverização é uma técnica utilizada para controlar as principais doenças e pragas que atacam os citros. A pulverização deve ser feita específica para a praga alvo e ajustada nutricionalmente de acordo com cada fase da cultura, sendo obrigatório o uso de defensivos registrados para os citros, para que não haja contaminação dos frutos com substâncias que não sejam seguras para o consumidor. Além disto, se os frutos forem destinados a industrialização, deve ser observada a Lista Protecitrus, que apresenta os produtos que são aprovados pelos países consumidores de suco;

A utilização de bons adjuvantes como Ad Flash e Fly Ad-flash é fundamental para o bom aproveitamento da calda aplicada e maior eficiência do manejo.



  1. Correção nutricional foliar:



Na citricultura de alta tecnologia, a pulverização nutricional de torna necessária, para atender a alta demanda por elementos em momentos críticos de extração. Faça aplicações frequentes de Nutriflora Mix e BioBloom, para garantir alta eficiência da absorção e elevar teores de microelementos, Calcio, magnésio e Boro.



  1. Manejo de Estresse Oxidativo.



Faça utilização de GranBlack para manejar caloses e reduzir estresse oxidativo bióticos e abióticos, permitindo que as plantas tenham mais translocação de elementos e estejam melhores preparadas para suportar situações indesejadas, possibilitando assim alcançar altas produtividades.



  1. Colheita:



A colheita deve ser feita no momento correto, para evitar que os frutos sejam danificados. A colheita deve ser feita de forma cuidadosa para evitar que os frutos sejam prejudicados.



  1. Manuseio pós-colheita:



O manuseio pós-colheita é importante para garantir a qualidade dos frutos. Os frutos devem ser manuseados com cuidado para evitar que sejam danificados.



  1. Armazenamento:



O armazenamento dos frutos é importante para garantir a sua qualidade. Os frutos devem ser armazenados em um local fresco e ventilado, com temperatura e umidade controladas.



  1. Marketing:



O marketing é importante para garantir a comercialização dos frutos. Os frutos devem ser comercializados em um local adequado e com preço competitivo.



  1. Pesquisa e desenvolvimento:



A pesquisa e desenvolvimento são importantes para o desenvolvimento da cultura dos citros. A pesquisa e desenvolvimento permitem identificar novas cultivares, novas técnicas de cultivo e novos métodos de controle de doenças e pragas. Por isso, a Amazon AgroSciences mantém parcerias com os mais tecnificados centros de pesquisa e consultorias agrícolas do país.





Quer conhecer o manejo nutricional da Amazon AgroSciences? Entre em contato pelo whatsapp e fale com um dos nossos consultores.



VEJA ALGUNS CASES DE SUCESSO



  1. Elder Cruz

  2. Marcio Lanza

Cultivo de Milho: Práticas e Manejos para Alta Produtividade – Amazon AgroSciences

Informação Relevante da Cultura

O milho é um dos pilares da agricultura brasileira, desempenhando um papel central na economia agrícola e na segurança alimentar. Como um dos maiores produtores e exportadores de milho do mundo, o Brasil se beneficia de tecnologias agrícolas avançadas e práticas sustentáveis para otimizar a produtividade e a qualidade dos grãos. A cultura do milho é versátil, servindo tanto para consumo humano direto quanto como essencial na alimentação animal e na produção de biocombustíveis. A Amazon AgroSciences está comprometida em apoiar os agricultores com soluções inovadoras que aumentam a eficiência do cultivo do milho, respeitando o meio ambiente e promovendo a sustentabilidade.

Principais Doenças que Afetam a Cultura

  • Ferrugem do Milho (Puccinia sorghi): Caracteriza-se por pústulas de cor marrom escura nas folhas, podendo reduzir significativamente a fotossíntese e, consequentemente, a produtividade.

  • Mancha Branca (Pantoea ananatis): Manifesta-se por manchas circulares brancas nas folhas, que podem coalescer e causar secamento prematuro, afetando a capacidade de enchimento dos grãos.

  • Enfezamentos causados por espiroplasmas e fitoplasmas: Transmitidos por cigarrinhas, esses patógenos causam amarelecimento, nanismo e espigas malformadas, comprometendo severamente a produção.

Nutrição de alta Tecnologia para a Cultura do Milho

A nutrição de alta tecnologia do milho é uma abordagem que utiliza tecnologias modernas para melhorar a eficiência da adubação e aumentar a produtividade da cultura. Essa abordagem envolve o uso de fertilizantes de alta qualidade, a aplicação de fertilizantes de forma precisa e o monitoramento dos níveis de nutrientes no solo e na folha.

O uso de fertilizantes de alta qualidade é importante para garantir que os nutrientes estejam disponíveis para as plantas no momento correto na forma que elas podem absorver. Também, aplicação de fertilizantes de forma precisa é importante para evitar o desperdício de nutrientes e para evitar que os nutrientes sejam aplicados em áreas onde não são necessários. Neste contexto, aplicações de fertilizantes líquidos e de alta tecnologia ganham destaque fundamental para cultura, como é o caso por exemplo do Liquid Phós, no início da cultura, e o Nitro K Organic para coberturas.

O monitoramento dos níveis de nutrientes no solo é importante para identificar deficiências de nutrientes e para ajustar a adubação de acordo com as necessidades da cultura.

A nutrição de alta tecnologia do milho pode aumentar a produtividade da cultura do milho buscando todo o potencial genético da planta. Essa abordagem é uma ótima maneira de melhorar a eficiência da adubação e de aumentar a rentabilidade da produção de milho.

Dicas Especializadas do Agrônomo para o Milho

  1. Selecione a variedade de milho correta para as suas condições.

Existem muitas variedades de milho disponíveis, cada uma com suas próprias características. É importante escolher uma variedade que seja adequada para as condições climáticas da sua região e para o seu sistema de produção.

  1. Prepare o solo adequadamente.

Implemente práticas como o plantio direto e a cobertura do solo para preservar a umidade, melhorar a estrutura do solo e aumentar a atividade microbiana, o que beneficia a disponibilidade e a absorção de nutrientes. O solo deve ser bem drenado e fértil, com um pH adequado. O preparo do solo deve ser feito com critérios técnicos.

  1. Faça a semeadura de forma correta.

O momento ideal para a semeadura do milho varia de acordo com a região. É muito importante respeitar a população de plantas por hectare, e realizar a semeadura na profundidade adequada.

  1. Faça a adubação adequada.

O milho é uma cultura exigente em nutrientes, por isso é importante fazer a adubação adequada. A adubação deve ser feita de acordo com a análise do solo e com as recomendações do fabricante do adubo. Nos momentos de alta demanda de elementos, faça a nutrição com Nitro K Organic e Blend 255, para atender os níveis adequados de Macroelementos e microelementos

  1. Controle as pragas e doenças.

O milho é atacado por uma série de pragas e doenças, por isso é importante fazer o controle preventivo e/ou curativo, com produtos químicos ou biológicos. A utilização de bons adjuvantes como Ad Flash e Fly Ad-flash é fundamental para o bom aproveitamento da calda aplicada e maior eficiência do manejo.

  1. Se possível, faça irrigação.

O milho é uma cultura que requer muita água, e sua falta pode acarretar perdas significativas de produtividade até a perda total da cultura. A irrigação deve ser feita de acordo com as condições climáticas da sua região e dimensionada corretamente.

  1. Manejo de Carbono Orgânico no solo:

A gestão adequada matéria orgânica e carbono no solo pode contribuir para o ciclo de nutrientes, aumentar a biologia benéfica e reduzir a perda de elementos. Assim a aplicação de Fuel Black no início do ciclo da cultura, auxilia no desenvolvimento das plantas, aumentando a disponibilização e utilização de nutrientes pelas raízes para um bom desenvolvimento das plantas.

  1. Manejo de Estresse Oxidativo.

Utilize Cerealis para reduzir o estresse oxidativo biótico e abiótico, permitindo que a planta esteja melhor preparada para suportar situações indesejadas e possa alcançar altas produtividades, mesmo em áreas com alta pressão de doenças.

Quer conhecer o manejo nutricional da Amazon AgroSciences? Entre em contato pelo whatsapp e fale com um dos nossos consultores.

VEJA ALGUNS CASES DE SUCESSO

  1. Cases de sucesso de milho com trabalhos feitos com CEREALIS

Hortaliças e Frutas (HF): Inovações e Sustentabilidade – Amazon AgroSciences

Informação Relevante da Cultura

No coração da agricultura sustentável, o cultivo de hortaliças e frutas (HF) representa uma área vital no agronegócio brasileiro, combinando tradição com inovação tecnológica. Essas culturas são essenciais para a nutrição humana, fornecendo uma rica fonte de vitaminas, minerais e fibras. A diversidade climática do Brasil permite uma vasta gama de produtos HF, tornando o país um dos maiores produtores e exportadores desses alimentos. Com a crescente demanda por produtos orgânicos e sustentáveis, a Amazon AgroSciences está na vanguarda, desenvolvendo soluções que respeitam o meio ambiente e maximizam a eficiência produtiva.



Principais Doenças que Afetam a Cultura

  • Míldio: Comum em folhosas, o míldio é causado por fungos como Peronospora spp., que prosperam em condições úmidas, causando manchas e mofo nas folhas, podendo devastar plantações inteiras se não controlado.

  • Podridão Cinzenta (Botrytis cinerea): Afeta uma ampla variedade de hortaliças e frutas, especialmente em ambientes úmidos. Caracteriza-se por um mofo cinzento que cobre frutas, flores e folhas, levando à perda da produção.

  • Vírus do Mosaico: Diversas hortaliças são suscetíveis a diferentes tipos de vírus do mosaico, que causam descoloração das folhas, crescimento atrofiado e frutas deformadas, reduzindo significativamente a qualidade e a quantidade da colheita.



Nutrição Especializada para Culturas de Hortaliças e Frutas

A nutrição de hortaliças e frutas vai além do básico, envolvendo uma compreensão profunda das necessidades específicas de cada planta em diferentes estágios de crescimento. Uma abordagem especializada pode impactar significativamente na qualidade, sabor e valor nutricional dos produtos.



  • Balanceamento Preciso de Nitrogênio (N): Em culturas de HF, o nitrogênio deve ser aplicado em quantidades cuidadosamente calculadas. O excesso pode promover crescimento foliar em detrimento da frutificação, enquanto a deficiência pode limitar o crescimento. A aplicação foliar de formas de N de rápida assimilação, assim como o NITRO K ORGÂNICO e o A30T podem ser particularmente eficazes durante os picos de demanda da planta.

  • Potássio (K) para Qualidade de Frutos: O potássio é crucial para a qualidade dos frutos, influenciando o sabor, a cor e a conservação pós-colheita. Em momentos críticos, como o início da frutificação, a aplicação foliar de BIG FRUT ou SPLENDOR pode melhorar significativamente o nível do potássio e a qualidade dos frutos.

  • Cálcio (Ca) e a Prevenção de Distúrbios Fisiológicos: O cálcio é vital para a integridade celular e ajuda a prevenir distúrbios como a podridão apical em tomates, queima de bordas em alface de demais folhosas e a bitter pit em maçãs. A aplicação de cálcio deve ser feita de forma que ele esteja disponível nas partes em crescimento da planta, onde é mais necessário. Para isso, a Amazon Agroscienses desenvolveu os fertilizantes CALCIUM ULTRA e BIO BLOOM, para reposição de alta resposta as anomalias da relacionadas as deficiências de cálcio.

  • Micronutrientes em Foco: Elementos como, Zinco (Zn), Manganês (Mn) e Boro (B) são essenciais para o desenvolvimento das plantas e a formação de frutos. A aplicação foliar desses micronutrientes através do fertilizante BLEND 255 pode corrigir deficiências rapidamente e melhorar a qualidade da produção.



Dicas do Agrônomo



  1. Uso de Bioestimulantes: Aplicar SEAGRASS, POWER CROP e OURO PRETO PLUS, promovem ação bioestimulante e aumentam a absorção de nutrientes, melhorar a resistência ao estresse e estimular o crescimento das raízes, resultando em plantas mais robustas e produtivas.

  2. Monitoramento de Salinidade do Solo: Em áreas com irrigação intensiva, monitorar a salinidade do solo é crucial. O acúmulo de sais pode inibir a absorção de água e nutrientes, prejudicando o desenvolvimento das plantas. A utilização de Fertilizantes especiais ricos em Carbono como FUEL BLACK, além de estimularem a fotossíntese, promovem redução dos efeitos da salinização, aumentando o enraizamento das plantas

  3. Tecnologia de Aplicação de Nutrientes: Utilize técnicas modernas como a fertirrigação para aplicar nutrientes de forma mais eficiente, permitindo uma distribuição uniforme e reduzindo perdas por lixiviação ou volatilização. Neste contexto, a nutrição de alta performance com fertilizantes líquidos, como o PLANTA 100, CALCIUM 14, SOLUMAG e LIQUID K se tornam fundamentais.

  4. Manejo do pH do Solo: Através de análises de solo, é possível aferir a necessidade de correção do solo. É importante manter o pH do solo dentro da faixa ideal para cada cultura, garantindo a máxima disponibilidade de nutrientes. Ajustes de pH podem ser necessários para otimizar a absorção de nutrientes específicos. Quando de trata de fertirrigação, o ajuste do pH pode ser realizado com AQUADOWN, para acidificação, ou KICELLUM, para aumento do pH

  5. Adaptação às Mudanças Climáticas: Adote práticas de manejo que considerem as mudanças climáticas, como cobertura ou mulching do solo, para reduzir a evaporação, e escolha de variedades mais resistentes a condições de estresse hídrico ou térmico.

  6. Diagnóstico Visual e Análise de Tecido: Além das análises de solo, utilize diagnósticos visuais e análises de tecido vegetal para identificar deficiências nutricionais específicas e ajustar o manejo de nutrientes de forma precisa.

  7. Reduza o estresse oxidativo e aumente a shelf life dos produtos:

A utilização dos fertilizantes CEREALIS e RETARD reduzem o estresse oxidativo biótico e abiótico, além de reduzirem a síntese de etileno. Assim, teremos folhas e frutas com maior qualidade e maior durabilidade de prateleira.





Quer conhecer o manejo nutricional da Amazon AgroSciences? Entre em contato pelo whatsapp e fale com um dos nossos consultores.





VEJA ALGUNS CASES DE SUCESSO



  1. Verificar que case de HF podemos usar

CASE DE SUCESSO

Confira os produtos oferecidos pela Amazon AgroSciences!

Paulo Amado
HF

Preencha com seus dados para ser avisado(a) quando o lançamento estiver próximo:

Envie seu currículo

Mande seu currículo através do formulário abaixo. Entraremos em contato quando houverem vagas.